quinta-feira, julho 27

Quarta DnB

O dia inteiro de chuva espantou um pouco o público que comparece sempre, mas não por isso o Assacine do Tintin Cineclube deixou de acontecer na noite de ontem no Cine-Teatro Lima Penante. A estréia da noite foi o vídeo de Thiago Falcão, DJ e estudante de Comunicação Social da UFPB, O que nos liga é a música, diário visual de uma viagem a São Paulo em tempos de Skol Beats [foto] – o maior encontro de música eletrônica na redondeza/quadratura da América do Sul. Entrevistas com gente que tem no drum’n bass a própria razão da vida [profissional e afetiva], entre público comum e gente do metiê eletrônico, e imagens-fragmento de uma São Paulo por baixo [metrô] e por cima [na rua e na festa], percebemos o interesse de Falcão em revelar um pouco do DnB que já foi ‘cena indie’ a partir de meados dos anos 90 e hoje é fenômeno de massa global, já muito sem aquela ‘aura’ [lembremos sempre de Walter Benjamin por isso!] dos primeiros tempos.
A edição de Marcelo Coutinho contribui imensamente para a dinâmica do vídeo, que ganha marcas de um estética videoclip já difundida pelo jovem editor/realizador. Por isso, aproveitando a palhinha do tema música+imagem, foi lançando em off o videoclipe de Coutinho para o projeto sonoro No me abandones [Thiago Verde et al], onde as batidas da experiência verdiana se misturam ao jogo de luzes do trânsito pessoense de forma sincopada. Depois de tudo, drum’n bass é claro, porque “quando chove/ e a noite é de frio”, há de ter qualquer coisa, uma batida quiçá, pra subir a temperatura de corpos cinéfilos.

Um comentário:

Larissa disse...

Menino, agora não perco mais essas festinhas por falta de informação. E acabo de lembrar o motivo pra ter lembrado do nome do blog: "olha as pessoas descendo, descendo, descendo.. descendo a ladeira da memória até o vale do anhangabaú (...)". Grupo Rumo. Gosto tanto...
Beijo grande pra tu.